Nutrição e Alimentação para Idosos – Nutricionista Juliana

Nutrição e Alimentação para Idosos – Nutricionista Juliana Nutricionista Juliana 2:41 pm

Alimentação para Idosos - Cardápio e Nutrição

Alimentação, cardápio e dietas para idosos

Pessoas idosas ou na terceira idade são denominações dadas a indivíduos com 60 anos ou mais. É nesta etapa da vida que estamos mais suscetíveis a problemas de saúde que não podemos descuidar da alimentação.

O envelhecimento é um processo natural do organismo, sendo este progressivo e não reversível. Durante este processo ocorrem alterações em todas as partes do organismo e estas devem ser acompanhadas para que sejam evitados danos à saúde.

Uma das alterações deste processo são o aumento da massa gorda e diminuição da massa muscular (Sarcopenia). Esta alteração é resultado de uma série de fatores como: diminuição de atividade física, hábitos alimentares inadequados, diminuição da água corporal, entre outros fatores.

É comum alteração no paladar, devido à diminuição das papilas gustativas que permitem sentir os sabores (doce, amargo, ácido e amargo). Além disso, pode ocorrer alteração na dentição que prejudica a mastigação.

A alimentação deve ser variada e adaptada a esta fase, para realçar o sabor dos alimentos e torná-los mais fáceis de serem mastigados e deglutidos (engolir), mantendo o equilíbrio na oferta de nutrientes.

Cardápios de baixa qualidade e pouca ingestão de água estão entre os principais fatores que atrapalham na alimentação dos idosos. Mas outros pontos de atenção são:

  • O excesso de alimentos embutidos e ricos em gorduras animais tem relação com doenças cardíacas;
  • O excesso de frutas e doces tem relação com o diabetes;
  • A carência de alimentos ricos em ferro tem relação com anemia ferropriva;
  • A baixa ingestão de alimentos ricos em cálcio, ferro e vitamina D tem relação com osteopenia, ou seja, é o inicio da osteoporose.

Para meus pacientes recomendo sempre a preferência por cardápio para idosos com alimentos de fácil digestão, tais como, as carnes brancas (frango ou peixe) ou carnes magras (boi) e soja; consumir os alimentos assados, cozidos ou grelhados e usar alimentos que sejam ricos em cálcio.

Os idosos, portanto, devem ter uma atenção especial com a alimentação para idosos, devido as constantes mudanças que ocorrem nesta fase. O acompanhamento nutricional torna-se necessário para identificar erros e deficiências alimentares a tempo de corrigi-las sem causar danos à saúde. Além disso, é possível através da alimentação preservar e melhorar o estado nutricional refletindo, também, em melhora da qualidade de vida do idoso.

Gostaria de mais informações? Favor entrar em contato pelo formulário abaixo:

Como chegou ao site?

As vitaminas e os minerais são responsáveis por diversos processos fisiológicos e por isso devem fazer parte da alimentação na terceira idade. Veja abaixo a função de cada uma:

VitaminaFunção
APapel fundamental na visão
Auxilia na manutenção dos ossos
Auxilia o sistema imunológico
DParticipa do metabolismo do cálcio e do fósforo
EFunção antioxidante
Protege as membranas das células
Previne a ação dos radicais livres
KFator importante da coagulação sanguínea
CFunção antioxidante
Envolvido na produção de colágeno
Complexo BB1: importante para transformação dos carboidratos em energia
B6: importante em diversos processos fisiológicos
B12: importante na reprodução celular

 

Mineral Função
CálcioPreservação da massa óssea (ossos e dentes)
FósforoParticipa do metabolismo dos carboidratos e do cálcio
FerroPrevine a anemia
Participa do transporte de oxigênio e gás carbônico
Participa do sistema imune
MagnésioParticipa da ativação de várias enzimas, participando de uma série de processos fisiológicos.
ZincoParticipa do metabolismo dos macronutrientes
Participa do sistema imunológico
Participa do processo de cicatrização
SelênioProtege as células
Participa de diversos processos fisiológicos

Comentários fechados.