Dieta para Doença Renal Crônica

Dieta para Doença Renal Crônica (DRC)

É definida com a perda lenta do funcionamento dos rins, cuja principal função é remover os resíduos e o excesso de água do organismo.

Fases da doença renal crônica (DRC):

  1. Pré-dialítica ou tratamento conservador (grave)
    • A restrição proteica desde que bem conduzida promove melhora
      da sintomatologia urêmica, dos distúrbios metabólicos e
      possivelmente promove retardo no ritmo de progressão da
      doença renal;
    • Mais estudos são necessários para demonstrar se as proteínas
      de origem vegetal (soja) apresentam vantagens sobre as
      proteínas animais sobre a progressão da doença renal;
    • A oferta de energia deve ser suficiente para o aproveitamento
      adequado da pequena quantidade de proteína oferecida.
  2. Dialítica (gravíssima)
    • Hemodiálise
    • Diálise Peritoneal

Na insuficiência renal crônica pode ocorrer acúmulo de líquidos no organismo, desta forma, a restrição de líquidos é muito importante. Do mesmo modo, é preciso atentar-se ao consumo de sódio, pois o excesso de sódio aumenta a sede, eleva a pressão arterial, edema em geral (inchaço) e piora as funções cardíacas. A ingestão diária de sódio, assim como de outros nutrientes, deve ser extremamente controlada.

Durante o tratamento da doença crônica renal (na diálise) ocorre perda de alguns nutrientes e dentre eles as vitaminas, desta forma, é muito importante consultar um nutricionista sobre a necessidade de suplementação de vitaminas.

Agende sua Consulta

Comentários fechados.