Dicas para emagrecer

Dicas para emagrecer

Clinica de Nutrição - Nutricionista Juliana Dragone

Dicas para emagrecer sugeridas pela nutricionista Juliana Dragone no sentido de facilitar o processo de emagrecimento das pessoas.

Seguem abaixo dicas para emagrecer com saúde:

  • Saiba distinguir quando come porque tem realmente apetite (fome) de quando come apenas por “gulodice”, por estar aborrecido ou porque alguém à sua volta está a petiscar alguma coisa. Para domar o seu apetite e perder peso há que comer bem!
  • coma apenas até se sentir saciado, ou seja, sem fome. Isto porque normalmente comemos até nos sentirmos cheios, o que significa que já foi demais!
  • Comer mais vezes ao longo do dia, mas em menor quantidade, tem grandes vantagens!
  • Passar fome ou pular as refeições não é uma dieta, é prejudicial para a saúde. Os estudos comprovam que quem emagrece naturalmente, com recurso a uma dieta progressiva e saudável, terá maior probabilidade de manter o seu peso a longo prazo, ao contrário de alguém que recorre a uma dieta “louca” e rápida.
  • Nunca é demais focar a importância de um bom café da manhã. Se sair de casa sem a energia necessária para enfrentar mais um longo dia, não é apenas a sua barriga que vai reclamar! O cansaço, a desconcentração e a má disposição irão tomar conta de si e, quando a fome chegar, vai devorar tudo o que lhe aparecer à frente. Se não estiver habituado à primeira refeição do dia, treine o seu corpo para aprender a gostar novamente do café da manhã: comece com um iogurte ou leite com achocolatado, adicione duas torradas integrais e uma fatia de queijo branco.
  • Dentro do possível concentre-se nos alimentos, coma devagar, mastigue bem, saboreie cada garfada, fazendo várias pausas até terminar. Se seguir este processo será mais fácil perceber do momento em que já está satisfeito.
  • Quando se sentar à mesa, procure não encher o prato em demasia, se não, vai sentir-se na obrigação de comer tudo, mesmo que já não lhe apeteça nem mais uma garfada. Analise a sua dieta atual, principalmente, as comidas que engordam ou que se enquadram na roda de alimentos pouco sadia. Engordamos por um motivo muito simples: ingerimos mais calorias do que aquelas que gastamos. Por isso, há que cortar o mal pela raiz, ou seja, eliminar (ou reduzir) o consumo de alimentos que não condizem com uma alimentação saudável, começando pelos doces, as refeições pré-cozinhadas, os fritos, os petiscos e os salgadinhos; os refrigerantes e as bebidas alcoólicas; as carnes gordas (as de ganso e de pato também se incluem aqui); os molhos muito saturados; queijos gordos, os enchidos e as salsichas. Evite estes alimentos porque são altamente calóricos, não saciam e não trazem qualquer benefício nutritivo!
  • Segue-se então a substituição de alguns alimentos, pequenos gestos que vão fazer uma grande diferença na sua ingestão diária de calorias. Pode, por exemplo, trocar o leite integral, a manteiga, o queijo amarelo e os iogurtes integrais, pelos magros; em vez de maionese, opte por colocar mostarda; em vez de açúcar, tome o seu café com adoçante ou abdique de ambos; troque um hambúrguer por uma sanduíche de frango grelhado com tomate e alface; esqueça as batatas fritas e asse uma batata em papel de alumínio para acompanhar o seu bife grelhado; quando for à padaria traga pão de mistura, centeio ou integral.
  • Junte vegetais a tudo: salteie com massa ou arroz, acompanhe com um peixe grelhado, como recheio de uma boa omelete ou para fazer uma pizza vegetariana. Fonte de energia preciosa, os vegetais ajudam a acelerar o seu metabolismo.
  • Coma fruta! Para além de saciar a fome, está recheada de vitaminas e nutrientes e há uma grande variedade por onde escolher.
  • Comer mais, sentir-se saciado e perder peso é possível, se escolher alimentos como: ovos (rico em proteínas); sopas (poucas calorias e muitas vitaminas, minerais, fibras e água); guisados; cereais, massa e pão integral; carne magra (especialmente frango e peru); peixe (possui Ómega 3, uma gordura saudável e fósforo, que é excelente para o cérebro), tofu, nozes, leguminosas (ervilhas, favas, feijão, soja, grão) e legumes (os de folha escura fornecem cálcio, ferro e antioxidantes).
  • Use e abuse das fibras! Estas maravilhas da dieta moderna enchem e demoram a digerir, o que o vai deixar satisfeito durante mais tempo. Como não são absorvidas pelo organismo, são ainda o aliado perfeito para regular o trânsito intestinal.
Agende sua Consulta

Comentários fechados.