Nutricionista orienta a introdução da alimentação complementar

Nutricionista orienta a introdução da alimentação complementar Nutricionista Juliana 4:31 pm

Nutricionista orienta a introdução da alimentação complementar

Abaixo oriento o passo a passo da alimentação infantil:

  • A partir do sexto mês de vida, já pode ser introduzido alimentos sólidos e líquidos na alimentação da criança;
  • Mas o aleitamento materno deve ser mantido.

A criança começa a:

  • Desenvolver os movimentos de mastigação;
  • Ter controle da cabeça e do pescoço para sentar;
  • Aparecer os primeiros dentinhos;

Começa a oferecer alimentos à criança para que ela possa ter contato com novas texturas e sabores, esses alimentos devem ser ofertados com colher para que a criança desenvolva a capacidade de mastigar e engolir.

Pode-se oferecer:

  • Frutas;
  • Legumes;
  • Verduras;
  • Fibras solúveis e insolúveis;
  • Cereais;
  • Carnes em geral;
Nutricionista Juliana e o filhinho de 7 meses

Nutricionista Juliana e o filhinho de 7 meses

Ordem de introdução dos alimentos:

A alimentação complementar é iniciada com a introdução de frutas, principalmente na forma de sucos, dada à consistência líquida, digestibilidade e sabor suave. As papas de frutas e hortaliças são testadas por volta dos 6 meses, quando o reflexo de extrusão ou expulsão já deverá não estar mais presente, como forma de avaliar a aceitação de preparações de consistência pastosa. A partir daí é introduzido o almoço (grande refeição ou refeição de sal). Por volta dos 7 a 8 meses é recomendada outra grande refeição, jantar. Espera-se que no segundo semestre de vida a alimentação do lactente seja composta de 2 grandes refeições preparadas com alimentos-fonte dos vários nutrientes, 1 a 2 refeições intermediarias (colação e/ou lanche) sob forma de frutas (suco ou papa) e leite materno.

Preparação dos alimentos complementares:

  • Introduzir 1 alimento novo por dia, para observar se acriança tem algum tipo de alergia. Uma maneira de oferecer os alimentos novos é a cada dia introduzir um alimento de cada grupo. O alimento que a criança não tenha nenhum tipo de intolerância já poderá ser consumido normalmente;
  • No começo os alimentos devem ser oferecidos logo após as mamadas para garantir que aa criança seja bem alimentada
  • Utilizar condimentos naturais e suaves, como cebola, alho, salsinha e sal de adição em quantidades mínimas;
  • Se houver recusa de algum novo alimento não se deve obrigar que a criança coma este alimento, deve ser oferecido novamente em outros dias, por exemplo;
  • As frutas e hortaliças devem ser lavadas com água para que sejam removidos os produtos químicos, os microorganismos e a s sujeiras. As carnes devem ser mantidas no refrigerador até o momento de uso devendo ser descongeladas sob água fria para que retardar o crescimento bacteriano, os ovos também devem ser mantidos refrigerados.

Contra indicações

Deve ser evitado:

  • Leite de vaca;
  • Beterraba;
  • Espinafre;
  • Produtos industrializados
  • Cacau;
  • Amendoim;
  • Pipoca;
  • Espinha de peixe;

Está precisando de dicas de dieta para a alimentação na primeira infância? Por favor entre em contato:

Como chegou ao site?

[/span8]

 

 

 

 

 

 

Comentários fechados.